powered by Typeform

VC#9 Viajar sozinha pelo mundo?


Depois de duas semanas sem episódios, voltamos hoje com um episódio especial de Dia Internacional da Mulher. Mulheres podem viajar sozinhas pelo mundo?

Vocês já me ouviram falar mais de uma vez sobre o grupo Girl Camper, de mulheres que viajam de trailer sozinhas pelos EUA. Mas dá também para fazer mochilão sozinha?

Em 2017, durante as férias de verão do meu intercâmbio, eu decidi fazer um mochilão de 12 dias por quatro cidades em três países na Europa. Eu já tinha feito várias viagens de um dia sozinha pela França e uma para Mônaco. Mas sempre voltava para dormir em casa, em Marselha.

Essa experiência foi diferente. Comecei a viagem por Londres, num hotel barato longe do centro. De lá fui para um AirBNB em Varsóvia, e dois hostels um em Madrid e outro em Barcelona. A experiência foi ótima. Viagens solo te dão a oportunidade de curtir os lugares que te interessam por quanto tempo você quiser. Eu fiquei horas e horas nos museus. Coisa que é muito difícil de convencer alguém a fazer comigo.

Em Londres e fui no Museu de História Natural de Londres, comi em restaurantes com comida saudável e fui dormir cedo, sem ninguém reclamar! Olha que beleza...

Em Varsóvia foquei na história do Holocausto. Eu queria ter conhecido a Cracóvia, mas achei que seria muito pesado e, de fato, eu não recomendaria para alguém ir numa viagem solo para a Cracóvia. Só de ver o terror que foi o holocausto na cidade polonesa em que eu estava me deixou bem comovida. E dessa vez tive que fazer uns Skypes para compartilhar o que estava sentindo porque foi P-E-S-A-D-O. Eu fiquei hospedada bem perto do gueto judeu.

Em Madrid meu hostel não foi lá essas coisas, mas tinham muitos museus gratuitos para latinos e aproveitei para ir em todos. Inclusive para ir no palácio no dia em que a entrada era gratuita. Caminhei muitos dias nos Jardins do Retiro e fui numa feira de livros ao ar livre.

E em Barcelona, passei horas na Sagrada Família, fui na praia da Barceloneta e ainda fiz uma prova de estágio para uma empresa aqui do Brasil.

Foi perigoso viajar sozinha? Não!

O que eu diria que uma mulher - e qualquer outra pessoa - deve fazer ao viajar sozinha:
  1. Compartilhar o roteiro TODO com algum familiar ou conhecido
  2. Ter um bom chip de celular com internet - quando eu estava na França usava o chip da Free.fr que fornecia 100Gb de internet na França por 15 euros e alguns Gbs na Europa. Hoje a tarifa está em 19,99 euros (atualizada em março de 2020) para 100Gb na França e 25Gb em outros países (inclusive no Brasil)
  3. Evitar lugares muito ermos (trilhas são legais, mas não precisa se colocar em risco)
  4. Tomar cuidado ao falar com estranhos (como você ouviu falar desde criança)
  5. Se possível, ter o contato de algum amigo de amigo que esteja na cidade onde você está e compartilhar esse contato com as pessoas que tem o seu roteiro

Basicamente é isso... Agora é hora de aproveitar as viagens! Não deixe o fato de você ser mulher se tornar uma desculpa.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VC#13 Roadschool em tempos de homeschool

VC#32 Expatriada em Vancouver

VC#23 Trabalhando no Worldpackers e sendo Au Pair