Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2020
powered by Typeform

VC#15 O que levar na mala para um intercâmbio?

Imagem
Casaco de neve da Decathlon Hoje eu queria compartilhar com vocês minhas dicas sobre o que levar na mala para um intercâmbio. A primeira coisa que eu queria compartilhar é que como meus intercâmbio foram feitos antes da mudança de regras de despacho de bagagens, ocorrida no segundo semestre de 2019, eu tive direito a duas malas de 32kg porque meu voo partia do Brasil. Atualmente, a ANAC mudou as regras de bagagens, permitindo que as companhias aéreas cobrem pelo despacho. Algumas companhias aéreas, no entanto, ainda mantém o despacho gratuito de bagagens de 32kg, segundo o site Viagem e Turismo da Revista Abril . São elas: Air Canada , Condor e Turkish . As demais companhias reduziram o peso para despacho e/ou a quantidade de bagagens. Mas o que levar na mala? A primeira coisa que me vem a mente é: dois pares de chinelo ! Sim, eu levei um par só quando fui para a Hungria e me arrependi muito. Ele arrebentou ainda no primeiro semestre e tive que pedir para um amigo - o

VC#14 Saúde do Brasileiro no Exterior

Imagem
No episódio dessa semana, conversei com a Carol Santos , que trabalhava no departamento acadêmico quando eu estudei no Palavra da Vida Hungria. Ela compartilhou da sua experiência com os sistemas de saúde húngaro e coreano durante a gravidez e parto de seus três filhos. Você foi para a Hungria como expatriada? A Carol e seu marido são missionários pelo Palavra da Vida  e, quando a Carol decidiu se casar com o Filipe, já sabia do seu sonho de ir para o Leste Europeu. Surgiu então a oportunidade de eles se mudarem e passarem a trabalhar no PV Hungria . No primeiro ano lá, a Carol estudou no PV enquanto trabalhava, após esse ano passou a trabalhar integralmente no departamento acadêmico, assim como seu marido. Como foi a gravidez na Hungria? Usar o sistema de saúde Húngaro sendo estrangeiro foi complicado. Os médicos não sabiam como registrar os procedimentos deles e houve até mesmo uma confusão quanto a se deveriam dar uma espécie de "gorjeta" para o médico que ajudo

VC#13 Roadschool em tempos de homeschool

Imagem
Está começando mais um Viagemcast, o podcast de entrevistas e dicas de viagem! Meu nome é Ivie Porto e eu vou compartilhar dessa jornada com vocês. Hoje nós vamos conversar sobre um tema um pouquinho diferente... Roadschooling! A crise do coronavirus fez com que as famílias tivessem que se adaptar ao homeschool. Como o roadschool funciona? As famílias que aderem ao roadschool utilizam das oportunidades de visitarem locais como museus e pontos turísticos para adaptarem o homeschool ao ambiente em que estão. Por exemplo, uma família que está passando a temporada na praia, pode focar o estudo daquela semana nos animais marinhos e no impacto da lua sobre as marés. Outra família que esteja passando pelo Rio de Janeiro, pode aproveitar para estudar sobre o período colonial brasileiro. Ou ainda alguém que esteja em São Paulo, pode aproveitar para estudar sobre a imigração através do Museu da Imigração onde poderá conhecer mais sobre a história da família - inclusive eu já fui lá e re

VC#12 Trilhas e cânions em Cambará do Sul

Imagem
No episódio dessa semana, compartilhamos sobre nossa viagem em janeiro de 2020 para Cambará do Sul . Essa cidade no Rio Grande do Sul, abriga os maiores cânions da América do Sul e apresenta trilhas lindíssimas e bem cuidadas. Além disso, experimentamos queijos e geleias deliciosas. Nós pretendíamos fazer a viagem de São Paulo para Cambará do Sul de carro, o que seria uma viagem de aproximadamente 13 horas. Mas no final de semana anterior à viagem, encontramos uma promoção no site da Gol e compramos nosso voo por lá. Na mesma ocasião, a Localiza estava com promoção, então alugamos um Jeep Renegade pelo preço de um carro comum com capacidade para duas malas grandes no porta malas. Fizemos no primeiro dia a viagem Congonhas - Caxias do Sul, onde alugamos o carro e fomos para nosso AirBNB, o contêiner azul . No segundo dia, começamos pela Trilha do Mirante e, infelizmente, não conseguimos ver muita coisa devido à neblina. Fomos então para a Trilha do Tigre Preto, que foi uma delícia